Neste meu espaço aberto, está exposto um livro incompleto......

06
Set 09

Andei um dia sem rumo

Olhei-me sem nada, tudo tendo

Nada queria, nada importava

Amizades, palavras, sorrisos

Tudo ao vento larguei

Apenas a dor e o desespero

Tomando forma, foram

Correram rios face abaixo

Inundando peito e secando

Quase estéril o coração

De leve batia, mas não parando

Pancadas leves soaram

Ganharam força e ecoam

Repicaram sinos por montes e vales

Renasceram flores e árvores

Que outrora definharam

E agora na distância

Passa o Tempo infindavel

Vão a noites tendo um fim

Ganha a vida som e côr 

Acendeu-se uma luz em mim

 

publicado por noitesemfim às 20:43

Querido amigo. Desculpe chamá-lo já assim. Hoje também em mim se acenderam luzes e sei que cada uma delas representava cada um de vós. Muito obrigada pelas palavras, pela amizade e pela força. Temos a mesma idade, sabe, apenas um nasceu em maio no mês das flores e de Maria como dizem. E o outro no mês do seu filho Jesus. Não me entrego absolutamente às coisas da religião mas tenho a minha fé. E hoje agradeço até por amigos como o que se revelou ser para mim.Um imenso bj. Obrigado.
euempapel (Sindarin) a 7 de Setembro de 2009 às 17:12

Se pensarmos que algo maior existe e nisso acreditar, é ter fé, então também tenho.
Disponha sempre da amizade que lhe possa dispensar. Não é cara nem barata, apenas não tem preço e não é regateada.
Ah não é preciso agradecê-la.
noitesemfim a 10 de Setembro de 2009 às 20:33

Amigo,

O tempo não apaga sentimentos, ajuda a transformá-los em memórias doces que se guardam num cantinho do nosso coração...

E a vida continua e renovam-se os sentires...

Sê feliz!

Beijo
Margarida
MIGUXA a 7 de Setembro de 2009 às 23:55

O tempo não apaga realmente nada Amiga, a sua passagem ajuda a colocar as recordações em lugar próprio sim.

Beijo
noitesemfim a 10 de Setembro de 2009 às 20:36

E que essa luz nunca deixar de brilhar em ti!

Que sejas feliz amigo!

Beijinhos
Caminhando... a 8 de Setembro de 2009 às 12:18

Agradeço o teu desejo e enquanto houver chama de vida em mim jamais deixarei de ser sonhador.

Um beijo
noitesemfim a 10 de Setembro de 2009 às 20:37

Acredito que os sentimentos não se apagam, apenas se trasnformam noutros mais ou menos significantes para nós! E consoante essa mudança, a vida passa a ter mais ou menos cor, mais ou menos som!
Beijinho
MissAna a 8 de Setembro de 2009 às 12:46

A batalha que deve ser travada deve trazer até nós outras cores outros sons, diferentes é certo mas em crescendo, sempre em crescendo.

Um beijo
noitesemfim a 10 de Setembro de 2009 às 20:39

O Passado cedeu e passou
A vida mudou,
os cambiantes de cor
as noites levam a dor
e as luzes se acenderam
a primor!

lindo o teu poema e a coragem, de abolir o Passado e encher de luz o Presente!

Beijos,

Maria luísa
M.Luísa Adães a 9 de Setembro de 2009 às 11:28

Se um dia deixar de sonhar, deixarei de acreditar nos outros por que já não acredito em mim próprio. Preservo-me desse dia. Devemos todos fazê-lo naão achas minha amiga? É que nesse tempo nem a amizade poderá sobreviver.

Um beijo
noitesemfim a 10 de Setembro de 2009 às 20:42

O tempo ajuda a curar algumas feridas... Depois do silêncio, da reflexão, renascemos e reencontramo-nos...

Beijinhos
sempromessas a 9 de Setembro de 2009 às 17:53

É preciso observar, estar atento aos pormenores, deixar entrar em nós a realidade de outros, a sonoridade das palavras pode transportar a musica e esta ser uma sinfonia sem fim.

Um Beijo
noitesemfim a 10 de Setembro de 2009 às 20:44


Conserva essa luz acesa em ti,

Guarda-a para teu alento

E não contes a ninguém!

Bªs, Mª. Luísa
M.Luísa Adães a 10 de Setembro de 2009 às 11:54

Maria Luisa quero conservar em mim esta luz cultivá-la, dar-lhe cambiantes de côr. Difícil será escondê-la minha Amiga.

Um beijo
noitesemfim a 10 de Setembro de 2009 às 20:46


Cultiva essa Luz, transforma-a em sete luzes e depois, numa só e ela possa acender os

corações sem luz...

Nunca a escondas!

beijos,

Mª. Luísa
M.Luísa Adães a 11 de Setembro de 2009 às 19:07

olá muito brigada mais uma vez pelo carinho e pela oferta de amizade que não desperdiçarei. É importante saber que temos amigos sinceros e que estão connosco nas boas e más horas. Mto e mto obrigado. Sindarin (euempapel)
Sindarin a 10 de Setembro de 2009 às 22:38

Setembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11
12

13
14
15
16
18
19

20
21
22
23
24
26

27
28
30


mais sobre mim
blogs SAPO
pesquisar