Neste meu espaço aberto, está exposto um livro incompleto......

22
Jul 09

Cai a tarde em recolhimento silencioso e miram-se olhos como espelhos, timidamente reflectindo o que lhes vai no peito. 

Uma saudação a medo, aragem ligeira de fazer arrepiar. 

Noite dentro sob nublosas e estrelas a paixão solta-se como cavalo a galope desenfreado sem tino, sem nexo.

Embalados primeiro, pelo doce murmurar do beijo, depressa voam nas asas que ambos inventaram para cruzar caminhos tão longínquos, antes, saciam-se agora na urgência dos corpos suados, no desespero de serem um só por momentos, e outros momentos únicos.

Amanhece, restam agora os perfumes entranhados em pele, como que para não esquecer, à medida que a distância aumenta.   

É assim a loucura suave da paixão   

publicado por noitesemfim às 11:08

Julho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

13

19
21
24
25

30


mais sobre mim
blogs SAPO
pesquisar
 
subscrever feeds

View My Stats