Neste meu espaço aberto, está exposto um livro incompleto......

01
Ago 09

 

Deixa-me
Deixa-me olhar-te apenas
Que me importam os outros
Quero ver no profundo mar dos teus olhos
Que sempre quis navegar
E sem loucura sentir
A minha alma evoluir
Elevar-se e subir no ar
Chegar em alturas impensáveis
E subitamente descer
Sobre o teu corpo e ai ficar
Ou para sempre morrer
publicado por noitesemfim às 21:40

Amigo,

Lindo, lindo de morrer...

Sê feliz!!!

Bj e Xi-kor enormes
Margarida
MIGUXA a 2 de Agosto de 2009 às 00:22

Agradeço a tua amabilidade e a tua sensiblidade que sempre reconheço nas tua palavras.
A simpatia é mútua minha amiga.

Bj
noitesemfim a 2 de Agosto de 2009 às 16:53

Olá Amigo!!

..lindo como sempre!!

E os "outros"..que importam??

Beijinhos e uma noite muito feliz!!
Just Moments a 2 de Agosto de 2009 às 00:47

Há momentos, pequenos uns e outros que são a vida inteira em que "os outros ficam lá fora".
Obrigado pela tua visita.

Bj
noitesemfim a 2 de Agosto de 2009 às 16:55

Esses instantes de reconhecimento são mágicos e inesquecíveis.
Magnífico! ...
... nem deixo mais palavras para não perturbar a magia que conseguiste.
Beijos.

Anónimo a 2 de Agosto de 2009 às 01:02

Olá Anónimo. Obrigado pelo gesto simpático de silêncio. No entnato se te apraz acrescentar algo és livre e benvindo para o fazer.

Cumprimentos
noitesemfim a 2 de Agosto de 2009 às 16:58

De facto muito bonito! Gostei do que li aqui e nos restantes! :)
Bom domingo
MissAna a 2 de Agosto de 2009 às 12:42

Fico feliz por terss dado o teu tempo por bem empregue.
Reconheço naquilo que escreves qualidade por isso te visito.
Volta sempre que queiras.
Bom resto de domingo
noitesemfim a 2 de Agosto de 2009 às 17:01

De terna sensualidade esta poesia descobre um coração folheado a ouro do mais puro...
O amor faz-nos navegar por mares nunca antes vistos... faz-nos sonhar de olhos abertos... faz-nos querer alcançar o infinito... faz-nos ansiar a hora do reencontro... o amor sandece-nos de uma forma saudavel
Anónimo a 2 de Agosto de 2009 às 19:17

O amor, esse sentimento tantas vezes controverso é guia de vida.


Cumprimentos
noitesemfim a 2 de Agosto de 2009 às 20:57

Olá João

É a primeira vez que deixo meu comentário, mas já não é a primeira que te visito.
Amigo o amor é o sal da vida é o flutuar misteriosamente nas asas do sonho, mas quando hóspede do nosso coração... às vezes quantos dissabores?!
Em silêncio me retiro, o momento é teu.

Abraço
natalia
rosafogo a 3 de Agosto de 2009 às 13:26

Amiga Natália tens razão, de facto o amor é o sal, é ocondimento que faz sonhar querer alcançar estrelas, abraçar universos. Quando os dissabores substituem esse doce estado de espírito, torna-se o amor em fel.

Obrigado pela tua visita.
noitesemfim a 3 de Agosto de 2009 às 14:39

Muitos Parabéns por mais um lindissimo poema! Consegues transpor para o lado de cá a emoção e o sentimento com as palavras!

Beijinhos
Caminhando... a 4 de Agosto de 2009 às 00:17

Recordações, boas recordações minha amiga.

Beijo
noitesemfim a 4 de Agosto de 2009 às 10:22

Agosto 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
14

18
19
20
21

25
26
28
29

30
31


mais sobre mim
blogs SAPO
pesquisar
 

View My Stats