Neste meu espaço aberto, está exposto um livro incompleto......

28
Jul 09

 

 

 

 

 

Apenas palavras vindas do íntimo

 
Sei que é na tua mão que está o gesto, que mesmo à distância me acalma.
Quando te peço que invadas o meu espaço, compreendo os teus receios que eu invada os teus, mas mesmo assim prefiro o toque suave de uma voz ao silêncio da solidão.
A tua apreensão é fundamentada em convicções e sinto que travas uma luta interior quando estas são, ainda que ligeiramente abaladas mas as convicções existem para serem abaladas e substituídas até.
Eu, tenho um espaço permissivo, que precisa ser preenchido e se tiver que me habituar à solidão, certamente será mais um exercício de resistência que me vou impor.
Terei que construir um mundo só meu e divagar por entre as minhas coisas. É como que deixar por algum tempo de sentir o pulsar a vida.
Encetar um processo de abafar sentimentos e deixar de agarrar os que me dizem algo, não será fácil.
Mas eu sou eu e tu és tu, com as nossas diferenças, daí que eu não goste da solidão e tu gostes e não estabeleço comparações, é apenas uma questão de sentir.
A cada um de nós cabe saber como gerir-se mas quando os sinos tocarem deve haver sintonia, caso contrário quando estes tocam a rebate o outro está a ouvir as matinas.
Havendo inúmeras coisas que desconhecemos dentro de nós próprios, descobrimos que tomamos atitudes das quais nos arrependemos mais à frente e interrogamo-nos se fomos guiados pela mão de Deus ou do Diabo?
Escolhe cada um o que mais lhe apraz, é próprio do ser humano assim ser.

Estas são palavras que o vento há-de levar para onde o meu amor se encontrar.
publicado por noitesemfim às 00:32

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Julho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

13

19
21
24
25

30


mais sobre mim
blogs SAPO
pesquisar
 
subscrever feeds