Neste meu espaço aberto, está exposto um livro incompleto......

23
Jul 09

Perdi meu olhar em tempos

Em folhas que depois rasguei

E navegando em mar aberto

De sorte minha me enconterei

 

Segui pegadas em brancas areias

Percorri distâncias sem fim

Li almas soltas livres sem peias

Tudo em sonhos escritos por mim

 

Dos contrastes da vida, pintei

A vida e a loucura da paixão

A solidão e a liberdade te dei

Para longe ruma o meu coração

 

Ser aquilo que sou e quero ser

Não importa o custo que tem

A chama do amor irá reacender

A vida minha e de outrém

 

 

 

    

publicado por noitesemfim às 15:25

Carregados de experiência de vida… memórias… bons momentos… perdas… cada um com a sua carga especial e única…caminhamos num destino comum… mostramos as marcas da viagem… aqui… uma proa abalroada…ali… velas queimadas pelo Sol… o casco enegrecido pelo abraço permanente das ondas... a esperança de encontrar mares calmos… ter a coragem e a paciência de um bom navegante nas tempestades… a esperança de encontrar o amor…

""A vida é a arte do encontro, embora haja tantos desencontros pela vida."

(Vinicius de Moraes)
Luísa
Anónimo a 23 de Julho de 2009 às 18:14

Obrigado pelo comentário. Volta sempre.

João
noitesemfim a 23 de Julho de 2009 às 18:39


encontra o teu olhar
nas distâncias que percorres
e serás aquele
que tu desejas ser
e viver,
como desejas viver!

Com amizade,

Mª. Luísa
M.Luísa Adães a 24 de Julho de 2009 às 10:02

É com amizade e apreço que leio as palavras aqui deixadas.

É com amizade que deixo este registo.

Vamo-nos lendo até nos encontrarmos.

Cumprimentos

Sim, meu amigo, assim será como tu dizes!

Obrigada por responderes.

Maria luísa

Julho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

13

19
21
24
25

30


mais sobre mim
blogs SAPO
pesquisar
 

View My Stats