Neste meu espaço aberto, está exposto um livro incompleto......

25
Jul 10

 

E mesmo sendo noite de pouco luar

Foram enormes arco-íris que vi

Tão distintos que lhes adivinhei príncipio e fim

Porém nunca o farei, procurar-lhe o fim

Deixo-lhe o mistério sobre o que lá se encontra

Porque eu reservo sempre um mistério, eternamente

E nesta eternidade que quero morna e cálida

Vou ouvindo os sons distintos da vida

Tais como o teu sorriso, repentino e alegre

Que surge do teu silêncio imaculado

publicado por noitesemfim às 21:36
tags:

Julho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

26
27
28
29
31


mais sobre mim
blogs SAPO
pesquisar
 

View My Stats