Neste meu espaço aberto, está exposto um livro incompleto......

01
Abr 10

 

 

No meu peito repousou o teu

Embalei-me no teu dormir

Pela manhã o mundo foi teu

Mesmo antes de eu partir

 

Adormeceu suavemente a lua

Preguiçoso, o sol se ergueu

Desperta a minha alma, nua

O tempo de ir já, aconteceu

 

Num derradeiro e claro olhar

Revejo o ontem, é miragem

É agora a hora de zarpar

Seguir da vida esta viagem

 

Sem lágrima, nem dor, nem revolta

Parto, neste rumar continuo

No meu querer, está ser de volta

E vi no teu olhar o meu destino

publicado por noitesemfim às 01:37

Belas as tuas palavras Amigo.

Beijo
Margarida
MIGUXA a 4 de Abril de 2010 às 23:35

Como sempre quando volto encontro as tuas simpáticas palavras
noitesemfim a 10 de Maio de 2010 às 22:08

Um poema de despedida? desilusão?
Palavras sentidas ou uma partida na busca de algo...
gostei do que li.
RS
dolce_vita a 27 de Abril de 2010 às 01:20

Eu volto.....
noitesemfim a 10 de Maio de 2010 às 22:07

Olá Amigo João.

Muito bonito mais este poema.
Já há muito que não troco palavras contigo e a falta já se sente.

Um beijinho
Caminhando... a 29 de Abril de 2010 às 21:40

E subitamente eis-me de volta Joana
noitesemfim a 10 de Maio de 2010 às 22:08

Abril 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


mais sobre mim
blogs SAPO
pesquisar
 

View My Stats