Neste meu espaço aberto, está exposto um livro incompleto......

10
Dez 09

 

Eis - me só com meus pensamentos
Brancos negros e de mil cores
E é com eles e nos meus tempos
Que vou divagar sobre amores
 
São tempos meus, tu conheces
Como nuvens pairando no céu
Coisas nossas que reconheces
Mantos, lençóis e mesmo véus
 
De alma nua, cálida e transparente
Recordo agora outros pensamentos
Em que apenas fui sobrevivente
Não, não esqueço esses momentos
 
Mas só, eu  deixo hoje, aqui e agora
As palavras que apenas para ti querias
E com a tinta que um coração chora
Quero colorir as folhas de papel vazias
publicado por noitesemfim às 00:16

"Tudo o que faço ou medito
Fica sempre na metade.
Querendo, quero o infinito.
Fazendo, nada é verdade" Fernando Pessoa
Anónimo a 10 de Dezembro de 2009 às 22:24

Olá...

Pesso desculpa por entrar sem avisar...
Mas adorei o que acabei de ler.
Não pode deixar minha passagem em branco...
Parabens pela escrita e pela criatividade...
Um abraço poetico...
Alzira Macedo a 15 de Dezembro de 2009 às 14:03

Minha cara amiga sê bem vinda a este espaço.
Não, não deixarei em branco a tua passagem porque a vida é feita de mil cores e certamente as tuas cores são tão deslumbrantes como a de qualquer ser humano.
Obrigado pelas tuas palavras.

Um abraço

João
noitesemfim a 15 de Dezembro de 2009 às 15:16

Já vi que não passei mesmo em branco...
Obrigado pela passagem em meu blog...
deixarei lá resposta ao comentario...
beijo
Alzira Macedo a 16 de Dezembro de 2009 às 09:17

UAU!!! Profundo, claro e conciso.
Adorei!
Exprime os sentimentos por que todos passamos ao longo da nossa vida.
Felicidades
PV
paisagemviva2 a 17 de Dezembro de 2009 às 15:01

É preciso dar-lhes continuidade, alimentar a chama que há em cada um de nós.

Felicidades para ti

JP
noitesemfim a 18 de Dezembro de 2009 às 13:01

Dezembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11
12

13
14
16
17
18
19

20
21
22
23
25
26

27
28
29
30


mais sobre mim
blogs SAPO
pesquisar
 

View My Stats