Neste meu espaço aberto, está exposto um livro incompleto......

24
Out 09

 

Se eu soubesse dedilhar
Guitarra, citara ou violino
E se eu soubesse rimar
Cantaria o meu destino  
 
Não sabendo compor canção
Vou escrevendo em devaneio
Palavras, suspiros do coração
Sentimentos, desejos e receios
 
Mas lembrança tua me faz
Arrojo, vontade e nada temer
Assim, muito me apraz
Sobre ti amor, eu dizer
 
Mil milhões te desejaram
Alguém um pouco te levou
Não completa nem inteira
Essa parte para mim ficou
publicado por noitesemfim às 23:23
tags:

O Poeta cresce em cada dia que passa. O intimismo é a forma mais nobre de expôr o que se sente. Parabéns, estás a conseguir em toda a linha...Bjs
Fernanda a 25 de Outubro de 2009 às 21:47

Muito obrigado pelas tuas palavras Fernanda, agradeço do sentidamente.

Um beijo

João
noitesemfim a 25 de Outubro de 2009 às 23:20

Outubro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
17

21
22
23

26
27
28
30
31


mais sobre mim
blogs SAPO
pesquisar
 

View My Stats