Neste meu espaço aberto, está exposto um livro incompleto......

16
Ago 09

 

Teus Desejos Simples...
 
Hoje desejas os meus dedos
Tecendo histórias no teu cabelo
Desejas beijos nos ombros
Sussurros nos teus ouvidos
Todas as verdades e pequenas mentiras
Hoje queres que te diga uma vez mais
És uma mulher linda, a mais linda
Que te diga que gosto de ti
Afinal coisas assim, simples e repetidas
Queres que te delinie o rosto
E que te olhe nos olhos
Queres ver nos meus reflectido
O voo livre das gaivotas
O mar e a sua branca espuma
Hoje é teu desejo que faça do teu corpo
Um caminho perfumado ornado de árvores
Que seja eu a primeira chuva
Caindo devagar ou em aguaceiro
Hoje é teu desejo uma grande onda de ternura
Desafiando-te na quebra do mar …
Hoje é teu desejo seres frágil e simples
Como uma flor no momento de entregar-se
À primeira luz da manhã
Ou simplesmente uma semente
Uma árvore ou um prado verde
Hoje é teu desejo que te deseje
E sempre és meu desejo
publicado por noitesemfim às 01:36
tags:

Amigo João Pereira,
Tenho visto quase todos os teus poemas, e sobre eles só tenho uma palavra - Belos.
Neste, apercebo-me que existe uma grande paixão que anda por aí..., que é o melhor que a vida tem para que nos sintamos felizes. como é o teu caso. Belo poema, gostei muito.
Estás nos blogs que leio preferencialmente, tendo-te linkado, como poderás verificar no meu blog. Obrigado pela tua amizade que é recíproca.
Um grande abraço,
Carlos Alberto Borges
umbreveolhar a 16 de Agosto de 2009 às 11:24

Amigo Carlos Alberto Borges, agradeçlo desde já aconsideração manifestada por ti à minha humilde pessoa.
Na realidade quando escrevo faço-o impulsionado pela paixão, a paixão à vida.
Há sempre algo ou alguém que nos inspira, que nos impulsiona e isso é muito importante para não cairmos no marasmo de viver fechados sobre nós próprios.
Também eu passo pelo teu espaço que aprecio.
Um abraço

João Pereira
noitesemfim a 16 de Agosto de 2009 às 12:24

Como sempre muito bonito! :)
Bom domingo
MissAna a 16 de Agosto de 2009 às 11:41

Obrigado pelo elogio amiga.
Que o teu domingo seja no mínimo relaxante.

João
noitesemfim a 16 de Agosto de 2009 às 12:25

Na tua alma vejo reflexos
De sonhos, pensamentos…sensações
Na tua alma deixas a descoberto
Outra vida, outros momentos e ilusões

Na tua alma vejo os segredos
Que um dia quiseste partilhar
Na tua alma vejo medos
De histórias que foste revelar

Mas a alma aos poucos torna-se presa
De um sentimento tão grande e assustador
Que mal tem tempo para contemplar toda a beleza
De uma palavra tão simples como “amor”
Anónimo a 16 de Agosto de 2009 às 15:54

Por vezes lamento o anonimato de quem me lê e comenta.
Compreendo-o perfeitamente mas alguns comentários mereciam um "nome" um "rosto" mesmo.
Este é um desses casos.
Obrigado, mesmo assim agradeço que voltes, porque me senti estimulado.

João
noitesemfim a 16 de Agosto de 2009 às 18:03

João,

Não é fácil encontrar palavras tão doces e carinhosas, apaixonadas e envolventes, como se de um ramo de flores frescas se tratasse...

Já não me surpreendes, escreves com o coração...Parabéns amigo!
bj
Margarida
MIGUXA a 17 de Agosto de 2009 às 13:59

Margarida, teu nome é de flor fresca e perfumada tal como as tuas palavras são sempre um aroma de franca amizade e ternura mesmo.

Obrigado por isso.

João
noitesemfim a 17 de Agosto de 2009 às 16:08

Agosto 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
14

18
19
20
21

25
26
28
29

30
31


mais sobre mim
blogs SAPO
pesquisar
 

View My Stats