Neste meu espaço aberto, está exposto um livro incompleto......

31
Jul 09

 

Em noites de sonhos, voámos
Cingidos ambos, por músculos como aço
A rouca profundidade da distância
De palavras estranguladas
Pelas nossas bocas amordaçadas
Uma na outra
As ondas do ondear revolto
das ondas do teu corpo ora dominado e tão livre
Por vezes vencedor, outras vencido
Era tão rebelde no pequeno espaço consentido
Na angústia renovada de encerrar, cerrar, esmagar
Reluzia tantas vezes uma estrela num abraço
Ternuras deslumbradas e doces, no fundo alegria
De noites de sonhos que pelos teus olhos sorria
E ao romper de madrugada disseste:
Amor meu, já é dia!...
publicado por noitesemfim às 03:10

Palavras ditas...palavras escritas...palavras que ao serem lidas transmitem-nos a sensação de ouvir o bater do coração ...
Luísa
Anónimo a 31 de Julho de 2009 às 10:19

E sempre que foi bateu a descompasso o meu coração.
Bate agora noutro na espera da volta que pode nunca ser.


Bj
noitesemfim a 31 de Julho de 2009 às 14:02

Lindo :-)

Beijinnhos
Marta a 31 de Julho de 2009 às 11:58

Obrigado.

Bj
noitesemfim a 31 de Julho de 2009 às 14:02


É o silêncio da noite
Confundido com o da eternidade
Que me deixa seguir a tua voz
Desembaraçando-me deste corpo
De passos adormecidos
A um canto da realidade.
É o caminho da madrugada
Que se estende num abraço
Entre o meu espírito e o teu
E que me liberta, segurando-me,
Nas raízes das tuas palavras.

Luísa
Anónimo a 31 de Julho de 2009 às 17:20

Doces noites de paixão que nos fazem perder a noção do tempo mas, nos enchem a vida...para sempre

Lindo!!!
Xi-kor
Margarida
MIGUXA a 1 de Agosto de 2009 às 00:38

Memories, only memories.

Bj
noitesemfim a 1 de Agosto de 2009 às 12:02

Julho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

13

19
21
24
25

30


mais sobre mim
blogs SAPO
pesquisar
 

View My Stats