Neste meu espaço aberto, está exposto um livro incompleto......

26
Jul 09

Há dias assim, em que me apetece escrever.

Escrever não é mais que a forma que adoptei de exteriorizar pensamentos, uns mais profundos que outros, é certo, mas esta forma de o fazer advem quase sempre de complexidades maiores.

Nem sempre tem a ver com o estar só, embora esse seja um catalizador com importância  relevante.

Tem mais a ver com o estado de espírito, com as fragilidades, incertezas ou com a certeza do caminho que está a ser seguido.

Há dias em que escrevo e não "vos dou" os meus sentimentos aquilo que me vai na alma e remeto-os para rascunhos, sejam eles mágoas profundas ou autênticos hinos à vida

Será que é assim com todos?

Mas há dias assim, em que me apetece escrever.

E também há dias em que descrevo sonhos como se de realidades se tratassem.

E há dias em que num click rápido, publico o que escrevo ficando depois a sensação de não ter escrito tudo.

É nesses dias que fica em mim a sensação de não ter sido eu, de não ter seguido o conselho que gosto de dar e que resumo numa palava com duas letras mas que interpretado à luz do meu raciocínio tem um significado imenso.

Assim a quem "me ler" hoje deixo aqui a recomendação que me orienta: 

 

 

    

 

publicado por noitesemfim às 16:09


“Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver
apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise.
Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e
se tornar um autor da própria história.
É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar
um oásis no recôndito da sua alma .
É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida.
Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos.
É saber falar de si mesmo.”

Fernando Pessoa
Anónimo a 26 de Julho de 2009 às 16:37

Não sei quem és amigo, mas se foi desta forma que entraste as razões que te assistem serão fortes.
Centro o meu comentário ao teu em três "tiradas" do poema que traanscreves.
(Ser feliz é deixar de ser vitima........)
A vida escolhe-nos caminhos que nunca pensámos trilhar e perante eles reescrevemos s história da nossa vida.
(.......ser capaz de encontrar um oásis.........)
No deserto quase sempre os oásis são miragens, eu tento que os meus sejam realidades palpaveis e assim serão.
( ....é não ter medo......)
Enfrento a vida agora de forma real com a calma que faz bem à alma.
Não sei como aqui vieste "parar" mas convido-te a fazer um exercício, lê o blog desde o início.
Ou já o fizeste?
Cunprimentos e volta sempre



noitesemfim a 26 de Julho de 2009 às 17:29

Julho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

13

19
21
24
25

30


mais sobre mim
blogs SAPO
pesquisar
 

View My Stats