Neste meu espaço aberto, está exposto um livro incompleto......

17
Jul 09

Passa o tempo, o caminho alonga-se, a objectividade vem chegando.

Esbatem-se passados na esperança de futuros. Neste tempo que tem passado desde que a viagem teve início, distâncias têm aumentado inexoravelmente.

Outras há que de forma súbita, vindas do nada, tomam formas de tudo. 

Mãos que se afastam, corações que se aproximam.

São distâncias a que se cumprem, umas irreversíveis, outras ainda embriões.  

Interrogações vão sendo respondidas, sobressaltos vão acalmando, revoltas e raivas a definhar.

Esperanças, outras, a nascer.

O brilho volta ao olhar, o sorriso retoma a sua forma, agora de forma suave é certo, mas certo de o ser.

É este o destino.

publicado por noitesemfim às 13:09

É engraçado como às vezes a vida nos troca as voltas, com encontros e desencontros ... tudo tem o seu tempo e nem sempre é o tempo que queremos.
A vezes temos pressa no tempo, e se nos fosse permitido parávamos ou então acelerávamos a máquina do tempo segundo os nossos desejos e sentimentos assim como reduziríamos ou aumentaríamos as distâncias.
O tempo não para e é á melhor forma de nos encontramos .
Anónimo a 17 de Julho de 2009 às 17:40

Há momentos especiais em que o tempo não conta.
Há distâncias enormes que se percorrem num ápice, porém há outras tão pequenas que demoram eternidades a ser percorridas.
Que determina esta diferença?
noitesemfim a 17 de Julho de 2009 às 19:05

Julho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

13

19
21
24
25

30


mais sobre mim
blogs SAPO
pesquisar
 

View My Stats